Curitibano tem fama de “fechado demais”, mas acreditamos que isso também tem a ver com “timidez”. Curitibano é interiorano, é “ressabiado”, mas depois que conhece, é fiel e leal. Esse comportamento mais reservado faz com que os Curitibanos também tenham um gosto um pouco mais refinado e exigente. É um povo comprometido, estudioso, dedicado e muito observador. Curitibano gosta de viver o seu mundo, de curtir a casa, a família, os amigos de infância. E quando gosta de algo, pode ter certeza, volta sempre! São “coisas de curitibano”… Aqui te propomos entrar no clima do curitibano ou de quem já vive aqui há muito tempo e “pegou o jeito”. O clima, a linguagem (sotaque, as gírias), jeito de ser, coisas que gosta de fazer, paixões, talentos, percepções, costumes adaptados que resultam num caldeirão cultural que encanta ou não os visitantes e os moradores. A gente fala de coisas que foram inventadas aqui, coisas que só acontecem aqui e sobre como enfrentar o humor climático da “cidade cool”. Por isso, esta é a nossa primeira editoria, pois ela vem para te dar um “muito prazer” bem curitibano: pra conhecer de verdade, leva um tempo. Então, explore nosso conteúdo e viva essa experiência! Você vai amar!

A Ação dos Bandeirantes em Curitiba

A ação dos bandeirantes foi outra atividade colonizadora que também teve influência na ocupação do território onde é hoje Curitiba….

Memorial da Imigração Italiana

No Memorial da Imigração Italiana há palco para apresentações artísticas, polenteira, quiosques para venda de uvas e vinhos, arcadas, capela. Uma construção que é uma réplica da fachada original da Igreja de São José, primeira igreja de Santa Felicidade.

Bosque do Papa

Inaugurado em 1980, o Bosque do Papa eterniza a visita do papa João Paulo II à cidade de Curitiba, que aconteceu no dia 05 de junho do mesmo ano. Pelos caminhos internos do bosque, encontram-se sete casas típicas polonesas e também móveis e utensílios da época.