Couto Pereira recebe jogo solidário para construção de 28 moradias na CIC


Com renda destinada para a organização social TETO, a partida contará com nomes conhecidos do mundo dos esportes

Valor

R$ 20 + 1kg de alimento não perecível

Outras informações

O “Jogo por um TETO” será realizado no próximo sábado, dia 30 de junho, a partir das 13h30, no Estádio Couto Pereira. Os ingressos, que custam R$ 20 + 1kg de alimento não perecível, estão disponíveis no site www.benfeitoria.com/jogosolidario ou unidades da escola Pa-Kua: Mercês (Avenida Manoel Riba, 2241), Centro (Rua Benjamin Constant, 138), Água Verde (Rua Brasílio Itiberê, 3221)

 

 

 

O Estádio Couto Pereira recebe um timaço neste sábado para uma partida beneficente em prol da Ong TETO.  Jogo por um TETO vai reunir nos gramados do estádio jogadores como Alex, Lúcio Flávio, Marcos, Gustavo, Cocito e Tcheco, atletas de outros esportes e personalidades. A renda será revertida para construção de 28 moradias na Cic.

O evento
O evento contará com duas partidas. Na preliminar, a partir das 13h30, se enfrentam o time da imprensa paranaense e o time TETO (voluntários, patrocinadores, apoiadores do evento e moradores das favelas). Já a partir das 15h30, será a vez do jogo das estrelas, com a presença de craques do presente e do passado.

 

 

Presenças 


Confira algumas estrelas confirmadas na partida: Alex (Coritiba), Lúcio Flávio (Paraná Clube e Coritiba), Edinho Baiano (Coritiba, Paraná e Atlético), Cocito (Atlético), Gustavo (Atlético), Tcheco (Paraná e Coritiba), Chico (Atlético e Coritiba), Luisinho Neto (Atlético), Mozart (Coritiba), Paulo Miranda (Atlético, Coritiba e Paraná), Alex Lopes (Atlético), Rodrigo Mancha (Coritiba), Netinho (Atlético e Paraná), Ademir Alcântara (Coritiba), Marcos (Paraná), Milton do Ó (Paraná e Atlético), Alessandro (Atlético), André Dias (Paraná) e Carlos Alberto Dias (Paraná e Coritiba).

Sobre o TETO
Presente em vários países, a organização internacional TETO atua há mais de 10 anos para garantir o direito à moradia nas favelas mais precárias e invisíveis do país, através de programas sociais que geram soluções concretas de melhorias das condições de moradia e habitat.

Atuando no Estado do Paraná desde 2015, o TETO conta com equipes fixas em seis comunidades: Caximba, Parolin, Portelinha, Vila Nova (Colombo), Favorita (Araucária) e Jardim Independência (São José dos Pinhais). No total, já foram construídas 218 casas. Além disso, a organização já realizou mais de 2 mil enquetes socioeconômicas e mobilizou mais de 3 mil voluntários.
www.teto.org.br