Curitiba recebe a Incrível Máquina de Livros que transforma um livro já lido em outro


Iniciativa da Infinito Cultural com apoio da Câmara Brasileira do Livro (CBL) viaja por 21 cidades em 13 estados brasileiros

Chega à Curitiba na próxima terça-feira, 17, Incrível Máquina de Livros , um projeto de incentivo à leitura e formação de leitores que está percorrendo o país e vai rodar 15 mil quilômetros passando por 21 cidades em 13 estados brasileiros.

 

O projeto troca um livro pelo outro. Foto Divulgação.

De 17 a 19 de julho o projeto aporta na Praça Rui Barbosa com funcionamento de terça a quinta-feira, entre 10h e 18h. A ação chega à capital paranaense depois de percorrer as cidades de Poços de Caldas, Fortaleza, Natal, João Pessoa, Recife, Salvador, além de Rio de Janeiro, Niterói, Goiânia, Brasília, Ribeirão Preto, Porto Alegre, Florianópolis e Blumenau. E essa não será a sua última parada. Depois de Curitiba, pessoas de Londrina (PR), São Paulo, Guarulhos, Campinas, Barueri e São Bernardo do Campo (SP) também terão sua oportunidade para trocar livros que já não lhe interessam mais por títulos diferentes.

Um livro por outro. Foto Divulgação.

Um livro por outro
O projeto, que conta com patrocínio do papel

Pólen, um produto Suzano Papel e Celulose acontece da seguinte maneira: o participante leva um livro novo ou usado em boas condições (não pode estar rasgado ou riscado), insere na Máquina e aperta um dos dois botões disponíveis – adulto ou infantil – e automaticamente, como um toque de mágica aquele livro se transforma

em outro livro, que o participante levará para casa e aproveitará sua nova leitura.

Como a ideia é dar oportunidade para o máximo de pessoas participarem da ação, cada um pode colocar até no máximo três livros. Vale lembrar também que os livros que as pessoas colocarem serão futuramente transformados para outras pessoas e por isso não serão aceitos gibis, livros didáticos e livros técnicos.

Livros de autores indicados ao Prêmio Jabuti
A Incrível Máquina Livros tem a capacidade de transformar mil livros por dia. Serão centenas de títulos disponíveis, como clássicos da literatura mundial e brasileira, escritoras infantis de sucesso como Eva Furnari e Ana Maria Machado, além das obras dos autores indicados ao Prêmio Jabuti. Os livros transformados, que podem ser novos ou usados, sempre são uma surpresa.

Segundo Fauze Hsieh, presidente da Infinito Cultural, promover e incentivar a leitura além de ser uma questão prioritária, é algo motivador. “Em um mundo cada vez mais conectado e digital, é de extrema importância trazer para a pauta do dia, a relevância dos livros na educação e formação, de uma forma leve e descontraída. A proposta A Incrível Máquina De Livros é trabalhar o lúdico e despertar o interesse pela leitura a partir da valorização do objeto livro”, conta ele.

É apertar o botão. Foto Divulgação.

De acordo com Luís Antonio Torelli, presidente da Câmara Brasileira do Livro (CBL), esta iniciativa é essencial para a formação de leitores. “Os livros são determinantes para ampliar a maneira como se percebe o mundo, aprimorando o raciocínio humano contra preconceitos e a liberdade de ideias. Difundir e estimular o hábito da leitura e a democratização do acesso ao livro são as principais bandeiras da CBL”, destaca.

Já para Leonardo Grimaldi, diretor executivo de Papel da Suzano Papel e Celulose, a troca de livros estimula não só a prática da leitura como também o intercâmbio de conhecimentos. “Por isso vemos o projeto A Incrível Máquina De Livros como uma ferramenta de promoção da Cultura. Essa iniciativa está alinhada com os princípios que norteiam nossas ações e com o foco que damos ao segmento editorial, inclusive com o desenvolvimento do papel Pólen®, que tem tonalidade diferenciada e reflete menos luz, proporcionando, dessa forma, maior conforto para os leitores”, explica o executivo.

Sobre a Infinito Cultural
Liderada por Fauze Hsieh, a Infinito Cultural acredita no poder transformador da Leitura. Há 12 anos trabalham em conjunto com a Câmara Brasileira do Livro (CBL) no planejamento e organização da maior Feira de Livros da América Latina, a Bienal Internacional de Livros. São os responsáveis também pela idealização e realização do projeto itinerante Caminhos da Leitura, que já circulou por dezenas de cidades brasileiras levando acesso a leitura e programação cultural gratuita para mais de meio milhão de pessoas. Para saber mais, acesse http://www.infinitocultural.com.br/

Sobre a CBL
Fundada em 20 de setembro de 1946, a Câmara Brasileira do Livro (CBL) congrega editores, livreiros, distribuidores e creditistas de todo o Brasil com o objetivo maior de valorizar o livro e, assim, desenvolver e ampliar o mercado. As ações para difundir e estimular o hábito da leitura e a democratização do acesso ao livro são as maiores bandeiras da entidade. A CBL organiza alguns dos mais importantes e tradicionais eventos do setor editorial brasileiro, como a Bienal Internacional do Livro de São Paulo, o Prêmio Jabuti, o Congresso Internacional CBL do Livro Digital e a Escola do Livro, além de participar de feiras nacionais e internacionais. Em 2016 a entidade completou 70 anos.

 

Serviço
Incrível Máquina de Livros
De 17 a 19 de julho, terça-feira a quinta-feira, das 10h às 18h
Praça Rui Barbosa – Centro