Cinema de ideias fortes e imagens mais ainda


Q.uatro filmes apontam direções importantes para um cinema possível.

Alguns filmes dessa nova safra se apresentam como um respiro artístico, porque apesar de toda a transformação do cenário de exibição, se permitem idéias poderosas, modernas e oferecem experiência visual digna da sétima arte.

BLACKKKLANSMAN, do Spike Lee é um chute no estômago. Um exercício de reflexão social sem o menor desejo de sutileza e uma raiva contida que deságua em imagens e sequências de humor e sátira. O racismo nos EUA continua latejando no cinema.

 

ROMA, do mexicano Alfonso Cuáron é um olhar para o passado, com um olho no presente. Aqui sobra sutileza e uma criação de imagens que são pura arte, num preto e branco deslumbrante. Um olhar suave, mas agudo reflete sobre as contradições da sociedade mexicana, tendo como protagonista uma personagem doce e de olhar ingênuo e que vê o mundo à sua volta com uma incredulidade tocante.

A FAVORITA, filme inglês do grego Yorgos Lanthimos é quase teatral, já que não abre mão de nenhum diálogo que não tenha muito o que dizer. Um vórtice de relações humanas, que embora, aconteça na Inglaterra do século 17 é um retrato impiedoso de qualquer sistema onde o poder é disputado palmo a palmo. Uma rainha frágil e doente é o pêndulo num jogo cruel e violento, onde duas mulheres disputam seu lugar na corte. Olivia Colman, Emma Stone e Rachel Weisz deitam e rolam. O veneno que escorre de suas bocas em forma de diálogos nada inocentes é pura arte.

A favorita. Foto Divulgação.

 

 

E COLD WAR, do polonês Pawel Pawlikowski usa cada plano para contar uma história de amor que atravessada pela Guerra Fria nas décadas de 50 e 60, vai de encontros e desencontros até chegar à única possibilidade possível. A política hipócrita e autoritária interferindo na vida pessoal. Não existe espaço para romantismo onde o ser humano não é livre. Estes quatro filmes apontam direções importantes para um cinema possível, porque tratam de conteúdos fortes e necessários, sem abrir mão de exercíciosestéticos do mais alto nível. Quatro filmes onde o cinema pulsa maravilhoso!!!

Cold Star. Foto Divulgação.