“Fale quanto vale” é um espaço para compartilhar experiências com as artes cênicas. É a ótica do expectador. O modo como uma obra é capaz de mobilizar/afetar e sensibilizar o outro, através de sua linguagem e sua poética! Se a sugestão após os espetáculos é o “pague quando vale”, precisamos primeiro entender o que ele reverberou dentro de nós para, então, darmos valor à ele.

No fino do Fringe

Por esses metros de tablado eu vejo meu rosto, por esses metros de tablado ecoam todas as minhas vozes gritando…

Juana, Juana!

Que Curitiba é um celeiro de grandes artistas, isso todo mundo já sabe. Cada um à sua maneira, defendendo sua…

O espaço Ap 13 recebe workshop Mergulho aos Arquétipos Femininos a partir desta quarta

O espaço de criação artística Ap 13 recebe a partir desta quarta, 24, o workshop , uma imersão de três…

Senta que te conto um conto!

Abra a janela, sinta essa brisa mansa que vem do lado de fora, dê asas a imaginação e pronto! Muitas…

Formigas…

“Uma mulher conta a história sobre um ataque de formigas em sua cozinha.” Um passarinho me contou que vem novidades…

Vamos falar sobre delicadezas!

De que matéria são feitos os sonhos!? Em que momento da vida você já se viu fazendo escolhas em nome…

Espetacularmente infantil!

Quanto vale o sorriso de uma criança? Quanto vale a arte que transforma os sonhos, costurando ternuras? Viva aquilo que…

Lendas e mulheres no AP da Treze

”Ensinaram-me tanta vergonha em ter prazer, que acabei tendo prazer em ter vergonha” Mais uma vez o Ap da treze…