Quem curte produtores locais?

Muitas vezes a gente ama a cidade mas acaba consumindo somente o que vem de fora, não é mesmo? Isso foi (durante muuuuito tempo) uma cultura muito brasileira, de consumir em exagero o produto do exterior e não valorizar muitas vezes o que está sendo produzido ali, bem do seu ladinho.
Graças (!) que esse condicionamento está caindo por terra e estamos cada vez mais abertos e disponíveis a conhecer (e reconhecer) os produtos locais, feitos na nossa terrinha, valorizando o trabalho do “pessu” daqui.

É bom destacar que meu envolvimento com as marcas locais começou muito mais pelas pessoas, os empreendedores, do que suas marcas em si. Acredito que está aí mesmo o segredo desse novo mercado, a economia criativa local tem muito mais a ver com quem produz/cria o empreendimento  do que com o produto final. O produto local tem cheiro, jeito, cara, cores e sabores de história. Ele vem embalado com muito suor e muita garra. E adoro conhecer as marcas e as histórias que resultam nesses empreendimentos.
E é por isso que essa coluna nasce. Pra contar um pouco pra vocês sobre os empreendimentos locais, sobre quem faz acontecer na cidade, e claro, pra você se animar de ir conhecer e quem sabe se tornar fã de carteirinha assim como eu sou.

Pra dar esse start, escolhi uma cafeteria que além de ser um xuxu é de uma pessoa pura luz, que eu adoro! Vai me dizer que tem coisa melhor do que ser bem recebido em um lugar? Sorriso no rosto, todo tipo de agrado. Melhor coisa!

Foi assim minha primeira vez na Fábrica Cafeteria. A Bru Gonçalves me recebeu super bem (assim como toda a equipe dela) e desde então ela sempre dá um jeitinho de sair da cozinha e sentar comigo, bater um papo, dar atenção. Uma linda! E eu dou sorte de só ir em dia de chuva lá, então sempre tem um cobertorzinho me esperando, afinal café e coberta é uma combinação perfeita, né não?

O café deles vem com uma colherzinha de doce de leite caseiro, como um carinho mesmo, e cada café mais maravilhoso que o outro, hein. Outra característica marcante da Fábrica é essa coisa de tudo ser lindo. O espaço em si já é uma graça, mas as louças são lindas, as lâmpadas onde vem as sodas, os potes de caipirinha e os DOCES… Por favor, o que são as decorações dessa mulher??? A Bru simplesmente faz a gente comer duas vezes, primeiro com os olhos e depois com o paladar. Eu que sou libriana, meio indecisa e apaixonada pelo belo, fico horas escolhendo o que vou comer, porque não tem como escolher. Tudo é lindo maravilhoso e tudo é bom demais.



Apaixonada pela cozinha e por receber pessoas, o Café é, além do trabalho, um estilo de vida que a Bru escolheu. Ela é culinarista há 5 anos, formada em administração. A paixão pela cozinha acompanhou seu instinto empreendedor e, o que era lazer, se tornou também negócio. Bru criou sozinha todas as suas receitas. Testando com amigas cozinheiras e vendo dicas pela internet, colocou seu diferencial em cada prato.
Hoje ela é a responsável pela cozinha da Fábrica Cafeteria, convidada do Programa Ver Mais da RIC TV no quadro de receitas ao vivo, idealizadora do Varanda Cultural e de outros eventos culturais influentes da cidade e tem como seu mais novo desafio fazer um Tour de cafés no meio do deserto do Atacama, onde fará apresentações de mesas no meio do deserto aos convidados da Agência Flavia Bia Expediciones e dará dicas de receitas doces para a equipe Colombiana responsável pela cozinha de lá. É chiqueza demais cozinhar no deserto, não é, peoples? 

E não acabou ainda (que eu não sou de economizar muita palavra, você percebeu, né?)! Lá na Fábrica tem livros, brinquedos e uma vitrolinha com discos pra passar o tempo enquanto prova essas delícias que a Bru inventa, ou seja, melhor passeio! Lugar perfeito pra marcar aquele café que você ta prometendo a tempos para aquela pessoa importante aí da sua vida e começar o ano sem dívidas 😉

Conheça um pouco da Bru nesse nosso bate papo!



Local: Fábrica Cafeteria
Endereço:  Avenida Comendador Franco, 4387 (A Avenida das Torres!)
Funcionamento: De terça a sexta das 15h as 23h | sábado e domingo das 12h as 23h
Dica da Maith: Pede o brownie que é vida <3 e se puder, não perca a chance de conversar com a Bru. Ela é muito querida mesmo!