Olá pessoal, tudo bem com vocês?

A Páscoa está chegando e quem é que não gosta de um chocolatinho, não é mesmo?! O chocolate está presente pela culinária do mundo todo, seja como um aperitivo, ingrediente do prato principal e até mesmo na sobremesa, na forma liquida, pastosa ou solida.Bom, não podemos falar de chocolate sem falar em cacau, já que é o ingrediente principal do chocolate. O cacau é um fruto proveniente de uma região que vai do México a América do Sul. Ele é rico em manganês, cobre, ferro, magnésio, fosforo, cálcio e vitaminas A, E, D além das do complexo B. Possui polifenóis, que são substâncias consideradas antioxidantes, que auxiliam na melhora do sistema imunológico, cardiovascular e do perfil lipídico aumentando o colesterol bom (HDL) e diminuindo o colesterol ruim (LDL).

Já o chocolate auxilia a produção da feniletilamina no corpo. Essa substância causa sensação de extremo bem-estar quando ingerida, pois é precursora da serotonina, neurotransmissor conhecido como “substância química do bem-estar”. Além de controlar a compulsão alimentar e a ansiedade, reduz a sensação de dor, relaxa e até melhora o sono. Por isso quando temos uma prova difícil nos falam para comer um tablete de chocolate. Porém, todos esses efeitos benéficos são atribuídos aos chocolates que possuem uma maior concentração de cacau associada à menores teores de açúcar e gordura. Um belo exemplo é o chocolate meio amargo ou amargo.

Mas atenção! Devemos tomar cuidado com os excessos para evitar o ganho de peso, diarréia e outros problemas intestinais. Além disso, grandes quantidades podem piorar até a saúde cardiovascular, e causar problemas futuros no organismo.

Vamos agora entender um pouco a diferença entre os tipos de chocolates:

  • Chocolate amargo: Em sua composição contém massa de cacau que varia de 50% a 100% manteiga de cacau e açúcar. Quanto maior o teor de cacau, mais amargo, menos manteiga de cacau e menos açúcar ele terá, ou seja, será mais puro, nutritivo e rico em fitoquímicos.

  • Chocolate ao leite: contém os mesmos ingredientes que o chocolate amargo, mas suas proporções são diferentes. Normalmente varia em 15 a 30% massa de cacau, ou seja, leva menos massa de cacau, mais manteiga (gordura) e açúcar. Ele ainda leva leite em pó para chegar à cor marrom clara, textura cremosa e sabor adocicado, além de maior concentração de açúcar e gordura, responsáveis pela cremosidade. Como tem menos massa de cacau, é pobre em nutrientes e fitoquímicos.

  • Chocolate branco: diferente dos outros chocolates o chocolate branco não leva massa de cacau, leva apenas leite, açúcar e manteiga de cacau. Portanto é rico em açúcar e gordura em sua composição.

Vale a pena lembrar que sempre devemos ler as embalagens e procurar aquele que possui uma cota menor de ingredientes e tentando observar os ingredientes do bem. Os chocolates orgânicos e com uma taxa maior de cacau também são uma ótima opção.

Espero que vocês tenham gostado!

Beijos até a próxima pessoal