O Museu de Arte Contemporânea do Paraná abre nesta quinta-feira, dia 15 de março, a exposição “Movimento – mostra do acervo”

Com obras que reproduzem a impressão de deslocamento – movimento, a partir da utilização de variadas técnicas e formas de expressão das artes visuais. O curador Ronald Simon explica que o movimento está presente na arte desde a pintura rupestre da pré-história, em cenas de danças, rituais e caças. “Essa representação, entretanto, passa a ser executada de forma mais deliberada no Impressionismo, como em Manet (No Café) e Degas (A aula de dança), por volta de 1870”, comenta.A fotografia, por exemplo, impulsionou vários impressionistas a buscar a representação de conceitos como velocidade e passagem do tempo em suas pinturas. Assim como os desenvolvimentos tecnológicos do final do século XIX foram fundamentais, segundo o curador, para o surgimento do Futurismo (1909), manifestação artística que radicalizou na tentativa de representar o movimento.Nesta mostra, o movimento está presente tanto como elemento fundamental da obra quanto como parte integrante dela. Participam os artistas Arlindo Daibert, Bruno Borne, Burle Marx, Carlos Eduardo Zimmermann, Carlos Zílio, Claudio Alvarez, Clóvis Graciano, Debora Santiago, Eduardo Freitas, Francisco Cuoco, Guinski, Humberto Espíndola, Isis Gasparini, Ivens Fontoura, Jader de Siqueira, Juliane Fuganti, Laura Miranda, Liber Fridman, Lívio Abramo, Luiz Áquila, Marcelo Caldas, Marcos Benjamim, Marcos Chaves, Marcus André, Pablo Valeriano, Patricia Osses, Paulo Garcez, Paulo Nesadal, Raul Córdula, Raul Cruz, René Bittencourt, Sergius Erdelyi e Uiara Bartira.

Serviço:

Local:Museu de Arte Contemporânea do Paraná
Rua: Desembargador Westphalen, 16 Curitiba/PR.
(41) 3323-5328 | 3323-5337
Abertura: Exposição Movimento – mostra do acervo
Dia: 15 de março a partir das 10h
Visitação: terça a sexta-feira, das 10h às 19h. Sábado, domingo e feriado, das 10h às 16h.
Entrada gratuita
Site: www.mac.pr.gov.br | [email protected]