Kendri Albuquerque lança EP “Sentido Animal” no Dia Mundial do Rock


No disco, Kendri Albuquerque traz uma produção de Rock carregada de influências musicais como o folk.

 

 

Kendri Albuquerque é um músico curitibano autor do vídeo clipe O Andaluz e que, no próximo dia 13 de julho (Dia Mundial do Rock), lança seu primeiro EP intitulado Sentido Animal.

Nascido e criado no interior do Paraná e radicado curitibano, Kendri se aproximou da música ainda na adolescência. Cursou Técnica Vocal e Violão Popular no Conservatório de MPB de Curitiba e se graduou em Licenciatura em Música pela Escola de Música e Belas Artes do Paraná (EMBAP). Estreou nos palcos em Pontevedra, na Galícia, no noroeste da Espanha, onde tocou em diversos bares quando era estudante intercambista.

Em 2008 conquistou o primeiro lugar no Festival Revele seu Talento da PUC-PR. Formou, em 2001, a banda Reverbo, na qual começou a compor com mais intensidade. Já se apresentou em festivais como o Geração Mundo Livre e o Psicodália. Em 2017, já como artista solo, gravou a canção O Andaluz em formato acústico e a lançou junto a um videoclipe.

O EP
No disco Sentido Animal, Kendri Albuquerque traz uma produção de Rock carregada de influências musicais como o folk. As canções começaram a ser produzidas em 2013 e as gravações no ano de 2016.
A obra, cujas letras falam sobre relacionamento, sentimentos humanos, transformação pessoal e despertar, traz pegadas de rock clássico, pitadas de heavy e folk, musicadas e interpretadas por um plantel de nove músicos.
A música título “Sentido Animal” foi inspirada na Ira, um dos 7 Pecados Capitais. Segundo o autor, uma canção conceitual inspirada em uma expressão do ser humano. Essa é a faixa mais pesada e intensa da obra, uma espécie de brinde aquilo que desperta a fúria, a cólera, o sentido de sobrevivência. A segunda faixa, O que há pela frente é uma balada, com direito a trompete e sax. Força que nunca se acaba, 3ª faixa, é um pop rock que fala sobre destino e relacionamentos e lembra, por vezes, algumas canções dos gaúchos do Nenhum de Nós. Já Inferno Astral é puro rock clássico, ao estilo das ótimas bandas brasileiras das décadas de 70 e 80, algo que lembra muito a Made in Brazil e os curitibanos do Reles Pública.

Todas são composições de Kendri Albuquerque, a exceção é “Força Que Nunca Se Acaba”, que é uma parceria com o músico Fábio Serpe. Gravado e mixado no Estúdio AudioStamp parte do disco foi custeado por meio de uma campanha de crowdfunding que contou com mais de 60 apoiadores e teve como objetivo dar vida ao disco físico, ao vídeo clipe e ao show de lançamento.

Ficha técnica
Kendri Albuquerque Voz e Violão
Alexandre Osiecki Baixo
Abdul Osiecki Bateria
Fábio Serpe Guitarra
Rodrigo Gogola Trompete
Rodrigo Nickel Saxofone
Luiz Carlos Machado Violino
Milena Gimenes e Henrique Machado Vozes


Vídeo Clipe
O link abaixo é do clipe O Andaluz gravado e lançado com um single em 2017 e que conta com a participação de Felipe Ribas dos Santos, produção de Mayra Fernandes; Direção de Fotografia: Rodrigo Samia; Assistência de Direção:Tom Barros; Color Grading: Daniel Grizza Música: Kendri Albuquerque Mixagem e Masterização: Rodrigo Grigoleti. A produção foi gravada em São Luiz do Purunã.



 

Músicas do EP
https://open.spotify.com/artist/5sgVj7fZwsTSaAmN4jgus0

Links sobre o trabalho do Artista
https://www.facebook.com/kendri.albuquerque/
http://www.psicodalia.com.br/atracao/o-andaluz-kendri-albuquerque/
http://paragrafo2.com.br/2017/11/23/musico-curitibano-faz-campanha-de-crowdfunding-para-lancar-disco-autoral/
http://paragrafo2.com.br/2018/06/25/kendri-albuquerque-lanca-ep-sentido-animal-com-cancoes-inspiradas-na-expressao-do-ser-humano/