Samba de Dora Lopes é revisitado hoje no Teatro Paiol


Parte do projeto Terça Brasileira, o show ‘’Eu sou a Madrugada’’ trará canções sobre machismo, amor e representatividade feminina

Valor

R$ 10 reais (inteira) e R$ 5 reais (meia)

Outras informações

Terça Brasileira no Paiol – Eu sou a Madrugada Local: Teatro do Paiol – Praça Guido Viaro, s/n – Prado Velho Data: 24 de julho de 2018 Horário: 20h Classificação livre Venda no site: www.aloingressos.com.br

A obra da cantora e compositora carioca Dora Lopes abrilhantará a noite curitibana nesta terça-feira (24), às 20h, no Teatro Paiol. Com o show Eu sou a Madrugada, a inconfundível Mariá Sallum dará vida novamente às canções de uma das mais importantes vozes da música popular brasileira. A intérprete será acompanhada pelos instrumentistas Elias Fernandes, Claudio Peba, Jonas Lopes e Janaina Queiroz.

A apresentação faz parte do projeto Terça Brasileira, criado em 1997 pela Prefeitura de Curitiba, que tem o objetivo de estimular e resgatar a produção cultural do cancioneiro curitibano e nacional. O espetáculo será um passeio pelo repertório da artista falecida em 1983, que completaria noventa e seis anos em 2018.

Serão apresentadas composições que abordam temas como o amor, o machismo, a morte, a saudade, a esperança e muita boemia. As músicas da compositora fazem principalmente uma reflexão sobre o papel da mulher na sociedade e na música.

Os ingressos custam R$ 10 reais (inteira) e R$ 5 reais (meia) e serão vendidos diretamente na bilheteria no Paiol ou no site www.aloingressos.com.br.

Divulgação