Uma das canções que marcaram a carreira de Paraná foi Maria Carnaval e Cinzas, defendida por Roberto Carlos no III Festival de Música Popular Brasileira 

 

 

O Sesc Paço da Liberdade recebe no próximo dia 14, o show Vou Morrer de Amor – a música de Luiz Carlos Paraná em homenagem ao compositor. No palco a cantora Eliane Bastos e o guitarrista Maurílio Ribeiro, ambos idealizadores do projeto, que vem acompanhados por Beto Collaço(vocal), Nei Rangel (contrabaixo), Walmir Pêgas (bateria) de o convidado Mateus Dias Ribeiro (piano). Arranjos, violão e guitarra ficam a cargo de Ribiero.

O show traz ao público a história de Paraná contada através de suas canções. “A ideia vai além de executar executar as grandiosas obras de Carlos Paraná. É contar em canções, a história deste compositor, que é também a de outros tantos artistas da nossa música, seja da capital ou do interior do Estado, que nos deixam, através de suas obras, um legado valioso e merecedor de nossa atenção”.

Poeta pé vermelho

Poeta nascido em Ribeirão Claro no 15 de maio de 1932, no norte do estado, aprendeu a tocar violão sozinho. Na década de 1950 mudou-se para o Rio de Janeiro onde dividiu o mesmo quarto com ninguém menos que João Gilberto. Na cidade maravilhosa tocava em boates cariocas. Transferiu-se para São Paulo e abriu a própria boate, a Jogral, onde ele cantava modas de viola e fazia desafios com Paulo Vanzolini.

Paraná ficou conhecido em todo país depois de participar como compositor  II FMPB da TV Record, de São Paulo, em 1966, com a música De amor e paz (com Adauto Santos), interpretada por Elza Soares conquistou a 2ª colocação. A feita possibilitou a gravação de um compacto simples na Fermata com duas músicas de autoria de Vanzolini – Capoeira do Arnaldo e Napoleão.

Uma das canções que marcaram a carreira de Paraná foi Maria Carnaval e Cinzas, defendida por Roberto Carlos no III Festival de Música Popular Brasileira que acabou  por gravá-la mais tarde pelo selo CBS.

 

A música de Paraná pode ser avaliada pela expressão dos nomes que ele conseguiu aglutinar em torno do seu trabalho. Suas canções foram interpretadas por Elza Soares, Rolando Boldrin, Roberto Carlos, Mart ́nália, Agnaldo Rayol, Hebe Camargo, Zezé di Camargo e Luciano, grupo Viola Quebrada, Inezita Barroso, Cascatinha e Inhana,
Adauto Santos, Martinho da Vila, Ângela Maria e outros.

Serviço
Vou morrer de amor –  a música de Luiz Carlos Paraná
Local: Sesc Paço da Liberdade – Praça Generoso Marques, 189 – Centro
Data: 14 de abril às 20 h