Trio Quintina abre programação do Projeto Domingo Onze e Meia


O Trio estreou nos palcos de Curitiba em 1998 com o propósito de fazer música brasileira, misturando ritmos e timbres e criando novas sonoridades.

Valor

Gratuito

A edição 2018, do Projeto Domingo 11h30 começa com o tradicional Trio Quintina. No Conservatório de MPB de Curitiba, neste próximo dia 24, o grupo comemora 20 anos com um show na Praça Jacob do Bandolim. O repertório conta com músicas que marcaram a trajetória do grupo. A entrada é gratuita. O Trio formado por Gabriel Schwartz, Gustavo Schwartz e Fabiano Silveira, apresenta as principais composições dos oito títulos fonográficos lançados na sua discografia, entre CDs e DVDs.

O grupo
O Trio Quintina surgiu em 1997, formado pelos músicos Gabriel Schwartz, Gustavo Schwartz e Fabiano Silveira, e estreou nos palcos de Curitiba em 1998. Com o propósito de fazer música brasileira, misturando ritmos e timbres e criando novas sonoridades, o trio já realizou turnês pelo Brasil e por países como Alemanha, Espanha, França, Holanda, Suíça, Itália, Inglaterra, Uruguai, Argentina e Chile. O nome “Trio Quintina” significa cinco elementos musicais (violão, guitarra, flauta, percussão e voz) executados por apenas três músicos. O Grupo foi escolhido para o Projeto através do edital 007/2018, do Instituto Curitiba de Arte e Cultura (Icac), que selecionou 7 grupos para apresentarem-se até o final do ano.

Domingo Onze e Meia
Sucesso desde março de 1994, o Domingo Onze e Meia é um espaço permanente de divulgação dos talentos musicais da cidade e da produção dos artistas de Curitiba.
Os grupos selecionados, levam ao público espetáculos de qualidade, que apresentam as diversas vertentes da música brasileira com repertórios variados, composições próprias e releituras de clássicos da MPB.