Elas por Elas – A Beleza nos Une

“Elas pelo Haiti”, “Elas pelo Mundo” e agora: “Elas por Elas”.

O Projeto do fotógrafo Bruno Santos é uma Semente de Amor que só cresce, floresce, frutifica.

por Mariana Martins

Conheci o Bruno Santos em 2016 em uma de minhas “empreitadas Cool Hunter” em Curitiba. Ele estava expondo suas fotos em um evento e algo me chamou atenção. Não eram apenas belas fotografias, mas olhares que carregavam uma história com uma beleza intrínseca e uma profundidade que me causou interesse em mergulhar nela. Tratava-se de uma missão! Um talento e uma vocação que Bruno descobriu:  a fotografia é capaz de transformar pessoas! Com esse foco em mente e com um olhar extremamente delicado para com as mulheres, Bruno criou o Projeto “Elas pelo Haiti”, em que os ensaios fotográficos, sem grandes produções, lança mão da luz natural para evidenciar real beleza. As mulheres que participam deste ensaio, além viverem uma experiência única de amor próprio, contribuem com as “missões sociais” do Bruno pelo Haiti e pelo mundo. Você pode conferir mais detalhes sobre essa história na matéria que fizemos com o Bruno no início de 2017:

Bruno Santos – Fotografia do Bem

Hoje quero compartilhar com vocês uma novidade, uma nova experiência na qual tive o prazer de participar e ajudar o Bruno a dar o “Ponta pé”, o “Elas por Elas”. No início do ano resolvi participar do “Elas pelo Mundo” e fiz um ensaio com ele que foi algo transformador em minha vida. Me despi de auto-julgamentos, me vi e me reconheci em fotos que mostraram meu verdadeiro “rosto”, minha pele, meu semblante, minha história. Foi mágico! Quando vi o resultado, a primeira coisa que pensei foi “queria proporcionar isso a todas as mulheres da minha vida”. A ideia ficou na “caixinha”. E em Agosto desse ano, produzindo um vídeo para Canal do Radialista Luiz Carlos Martins –  Canal Luiz Carlos Martins, (ps: no caso, meu pai), eu conheci a Bianca Ferreira. A Bianca é uma moça de 23 anos que nasceu com uma paralisia que a impossibilita de mexer os membros inferiores. Ela é cadeirante, linda, inteligente e sorridente! Apesar de ter sido “rejeitada” (nem gosto dessa palavra, mas…) pela mãe biológica, ela sorri e ainda agradece, pois isso fez com que ela fosse criada pela avó. Essa “avó\mãe” faleceu este ano e Bianca passou a morar com uma vizinha muito querida, a Dora. Bom, a história é longa e linda, mas para não me alongar, vocês podem conferir tudinho Clicando aqui. Acontece que no dia da gravação, a Bianca me falou que tinha um sonho de fazer um “book fotográfico”. Eu que já estava “apaixonada” por ela, me lembrei do Bruno e lancei a ideia pra ele. Por coincidência, ele já estava pensando em desenvolver o “Elas por Elas”. E foi assim que tudo começou.

BRUNO“Olá amigos!! Desde meu início na fotografia em 2009, tenho me dedicado a estudar, entender e fotografar a beleza do feminino. Sempre me preocupei em apenas não ser somente MAIS UM fotógrafo de ensaios femininos correndo nas timelines da vida. Busco até hoje a minha identidade como fotógrafo, e quando penso que encontrei, percebo que dá pra evoluir ainda mais. Há cerca de 1 ano atrás lancei o projeto Elas pelo Haiti e logo depois o Elas pelo Mundo, que tinham como objetivo, através dos ensaios, fazer com que mais pessoas se envolvessem nos trabalhos que estávamos fazendo no Haiti naquela época. Parte dos valores pagos pelos ensaios era destinados a viabilizar esses projetos por lá. Além de sempre tentar mostrar a real beleza de cada mulher. Pois bem, desde então tenho pensado muito, de como eu gostaria de criar um projeto que fosse meu. Pois até então eu participava de ações sociais idealizadas por outras pessoas. Sentia muito a necessidade de algo que tivesse a FOTOGRAFIA como principal ferramenta de transformação. E mais ainda, o ENSAIO FOTOGRÁFICO, fosse a chave para a mudança. Como sempre, pensei muuuuuito na idéia e compartilhei com algumas pessoas que considero muito especiais, antes de qualquer movimentação. E assim fomos construindo e colocando em prática o novo rumo dos ensaios.

E assim surge o ELAS POR ELAS.

Minha proposta é estabelecer uma conexão entre duas mulheres. Fortalecer essa corrente! Um caminho de duas vias. Fazendo um ensaio fotográfico, você possibilita que outra mulher, que talvez nunca tivesse a mesma oportunidade, possa ter essa experiência. A experiência de tirar, uma a uma, todas aquelas lentes embaçadas que ofuscam e escondem a sua real beleza. De se ver de verdade. De recuperar e aumentar sua força, autoestima, confiança e liberdade. Duas mulheres se conectando e atuando juntas por um mundo com mais respeito e beleza.

Segue abaixo o vídeo feito pela Mariana Martins Obrigadooo Mari!!! De coração!! foi um presentão esse vídeo. Fizemos a primeira experiência, dá uma olhada no resultado e escuta o recado no final que a Bianca Ferreira deixou pra todos nós”:

 

Nosso Ensaio:

 

 

E não demorou muito para a Sementinha começar a crescer. Logo após lançar o “Elas por Elas” comigo e com a Bianca, Bruno já realizou mais um ensaio, com uma história emocionante de duas “Julianas”. Entre os anos de 2014 e 2016,  em um trabalho em parceria com a Revista Viver Curitiba, chamado VENCEDORAS,  ele pôde retratar mulheres que estavam lutando ou já haviam vencido uma batalha chamada CÂNCER. Ao longo desse período, ele ouviu relatos de superação, força de vontade e acima de tudo muita coragem. O trabalho se encerrou, mas a ideia nunca.

A ideia inicial do projeto “Elas por Elas”, que ainda está sendo formatada, era que a mulher que fosse receber o ensaio de presente, fosse alguém que talvez nunca tivesse condições de fazer uma sessão de fotos. Mas já na segunda participação do projeto a coisa mudou de figura.

BRUNO“Trago pra vocês as histórias da Ju e da Ju. E coincidências ou não, elas não param por aí. Conheci a Ju Loiola um tempo atrás, não éramos próximos, mas com as redes sociais de hoje o contato direto estava ali. Foi quando recentemente eu vi um post no instagram, no qual a Ju mostrava a situação que estava vivendo, um tratamento contra o câncer. A iniciativa dela, de fotografar, postar e assumir sua situação, despertou a minha idéia em relação ao assunto, fruto daquele trabalho anterior.

O câncer ainda é um assunto pouco falado. E senti que poderíamos unir forças e mostrar isso! E como nada é por acaso nessa vida, estamos nos mês de outubro.

Entrei em contato com a Ju e expliquei a proposta do ELAS por ELAS, que topou na hora! A Ju já tinha passado por algumas etapas de quimioterapia, por isso já estava careca.

Durante o ensaio conversamos muito sobre esse desafio, o momento em que se recebe a notícia, a hora de contar aos familiares e amigos, a queda dos cabelos e a FORÇA que se descobre que tem. Toda aquela energia transmitida pela Ju, me fez lembrar das outras mulheres que havia retratado. E de um pouquinho de cada história de luta que pude ouvir. Para mim agora, o desafio seria o de ir além daquela condição e retratar a beleza real que ali existe.

Como continuidade do projeto pensamos em alguém que pudesse receber o presente. A Ju me perguntou se precisaria ser alguém que de fato não pudesse pagar pelo ensaio, ou que em uma situação especial, se beneficiaria muito com aquela experiência.

Deixei livre pra que ela fizesse o que seu coração mandasse. E ela me apresentou a Ju Zinha (Juliane Schlichting). Mesmo nome, idades próximas, mesma profissão e a mesma batalha, no mesmo período de tempo. Os tratamentos estão ocorrendo ao mesmo tempo, porém em fases invertidas, assim uma prepara e tranquiliza a outra para as fases seguintes.

Aqui o ELAS por ELAS ganhou força! Ganhou força de 2 guerreiras. Elas se conheceram graças a iniciativa das duas, de se pronunciar sobre a doença. De se mostrar e se expor sem medo de qualquer julgamento.

Durante o ensaio com a Ju Zinha, conversamos sobre um dos maiores desafios desse processo. Ficar careca. Passado o baque de se receber o diagnóstico, esse segundo momento que procede o tratamento, para uma mulher tem um peso enorme.

Por isso acredito muito que a FOTOGRAFIA, nesse sentido, ajuda a atenuar esse peso, nesse caso, já muito bem resolvido pelas duas.

Expliquei para elas que a idéia seria ir muito além daquele novo visual, focaríamos na essência de cada uma.

Isso sim se revela aos olhos.

A sua real beleza!

ELAS POR ELAS

A BELEZA NOS UNE”

E agora confere o resultado desse trabalho lindíssimo:

 

Quer saber mais? Quer ajudar a regar essa semente de amor? Entre em contato com o Bruno – http://brunosantosphotography.com/

#EUAMOCURITIBA

VIVA E COMPARTILHE ESSA EXPERIÊNCIA

Mariana Martins

Radialista, Atriz e Produtora. Mariana Martins dirige sua Produtora, a Pequena Mari Produções e encabeça o Projeto "Eu Amo Curitiba". Além da gestão geral, escreve posts, faz coberturas de experiências, mídias sociais, é responsável pela elaboração de projetos e parcerias. Paralelo à isso, é supervisora geral da Banda B e apresenta seu programa na rádio "Mariana Martins Fala Sério", ao vivo pela rádio, facebook, instagram e youtube - @marianamartinsfalaserio todas as terças e quintas, às 11h30. Para sugestões de pauta e releases, envie e-mail para: [email protected] | Outros assuntos: [email protected]