Casa Velha campeão 2015. Foto Divulgação

Concurso que transforma vidas através da cozinha de raiz acontece em abril.

Previsto para abril, a 5ª edição do Comida di Buteco chega em Curitiba a partir do dia 12 de abril e até 5 de maio vai receber o público que votará quesitos como atendimento, higiene, temperatura da bebida e nos “acepipes”. É a média dessa nota do público junto com a de um grupo de jurados sigilosos que aponta o vencedor intitulado de melhor boteco da cidade entre os 24 bares participantes.

De família
Os bares selecionados são escolhidos a dedo e seguem o critério de participação do concurso. Eles devem necessariamente ser estabelecimentos familiares, com o proprietário literalmente à frente do negócio e atrás do balcão no dia a dia. Essas características são essenciais porque o concurso tem o objetivo de ser uma plataforma de transformação social.

Em breve serão divulgadas a lista de bares participantes e petiscos. O Comida di Buteco é 100% viabilizado com investimento de empresas que acreditam na sua causa, como plataforma de desenvolvimento de suas marcas. Nenhum boteco paga absolutamente nada para participar.

Dom Rodrigo, melhor do Brasil. Foto Marcos Pinto.

Campeões curitibanos
Ao longo dos quatro anos de Comida di Buteco, Curitiba já destacou diversos bares. Dentre os vencedores já estiveram Casa Velha, um dos botecos mais antigos da cidade; Dom Rodrigo, Baba SalimSchnaps.

O concurso
O Comida di Buteco é o único concurso do Brasil em que a votação é presencial e única. Ou seja, cada pessoa só pode votar uma vez em cada bar que frequentar. Isso é controlado através do número do RG – quesito obrigatório para ser preenchido na cédula. Quem faz a apuração é um instituto de pesquisa.

Desde 2016 o concurso ainda tem uma segunda etapa: escolher o melhor boteco do Brasil. Após serem premiados os 21 vencedores das cidades participantes, uma comissão de jurados escolhida especificamente para essa missão vai visitar os campeões. Nessa etapa o público não participa dando nota. O vencedor leva a cidade e o buteco ao pódium da cozinha de raiz do Brasil.

Além de Curitiba, Belém, Belo Horizonte, Brasília, Campinas, Fortaleza, Florianópolis, Goiânia, Juiz de Fora, Manaus, Montes Claros, Poços de Caldas, Porto Alegre, Recife, Ribeirão Preto, Rio de Janeiro, Salvador, São José do Rio Preto, São Paulo, Uberlândia e Vale do Aço são as cidades participantes do Comida di Buteco. São mais de 500 botecos espalhados pelo País concorrendo ao título.

Criado há 20 anos, em Belo Horizonte, o projeto surgiu para transformar vidas através da cozinha de raiz – o buteco como extensão da sua casa. E é instigando a criatividade dos bares, que é feita a eleição do melhor boteco da cidade e também do Brasil.