O que fazer e Onde ir no inverno curitibano?

A capital mais fria do Brasil já está baixando suas temperaturas. E já que nem sempre frio é sinônimo de ficar em casa, fizemos uma lista dos melhores programas para o inverno em Curitiba.

Nossos parceiros do App Onde Ir dão as dicas de como curtir nosso friozinho curitibano:

 

1) Muito amor pelas Feirinhas de Inverno de Curitiba

4 vezes ao ano, Curitiba é contemplada com feirinhas nas praças Osório e Santos Andrade. Assim como ocorre em cada época, no inverno elas também têm produtos especiais para o frio. Quentão, pinhão, bolachas artesanais e peças de inverno são apenas alguns dos itens que os consumidores poderão encontrar nas mais de 50 barraquinhas das praças.

Na Osório, elas funcionam de segunda a sábado das 10h às 21h e aos domingos das 14h às 18h e na Santos Andrade todos os dias das 10h às 21h. As feirinhas de inverno já estão funcionando e encerrarão suas atividades no dia 15 de julho.

Segundo a prefeitura de Curitiba, das quatro feiras temáticas que acontecem nas praças ao longo do ano, a de inverno é a mais movimentada. E você ainda tem alguma dúvida que elas são paradas obrigatórias no inverno da capital?

Foto: Feirinha na Praça Osório | Fonte: Penaestradabrasil.com

 

2) Café + Museu = a combinação perfeita

Curitiba é privilegiada com a quantidade de programas culturais que apresenta. Sendo assim, nada melhor que aproveitar os dias frios para enriquecer o repertório, não é mesmo? A Ópera de Arame e o MON  são exemplos de pontos turísticos obrigatórios na capital. A primeira faz parte do complexo das Pedreiras e abriga diversos shows de música e teatro. Para visitas o acesso é gratuito e para os shows, ingressos são cobrados à parte. Ela funciona de terça à domingo das 8h às 22h. Já o MON, projetado pelo arquiteto Oscar Niemeyer, é um espaço dedicado à exposição de Artes Visuais, Arquitetura, Urbanismo e Design e conta com mais de 20 mostras todos os anos.

E o melhor: a grande vantagem de ir nesses dois estabelecimentos no inverno é desfrutar dos cafés que eles apresentam. Na Ópera de Arame, o espaço do piso inferior oferece além de cafés, doces e salgados, um chocolate quente espetacular! Já o café do Museu do Olho tem um cardápio especial variado, um bauru e uma quiche que de sem graça não têm nada! Ele funciona de terça a domingo das 10h às 18h e serve até algumas opções de almoço.

Foto: Café no MON | Fonte: Escapismogenuino.com

 

3) Pratos e lugares quentes para o frio

Engana-se quem pensa que frio é sinônimo de ficar em casa ou em lugares fechados. Isso porque bares como o Gards, que é o único Rooftop de Curitiba e totalmente ao ar livre, além de ser contemplado com enormes aquecedores para o inverno e oferecer mantinhas para seus clientes ao estilo europeu, ainda oferece quentão!

O Espaço Depósito é outro restaurante que além de possuir quiosques ao ar livre aquecidos, no salão principal é possível desfrutar de uma lareira deslumbrante! Outro grande destaque é o Bar do Victor, na Praça da Espanha, que no inverno equipa seu deck com aquecedores, mantas e pelegos de pele de carneiro. A Sopa Leão Veloso, com frutos do mar é o prato perfeito para a estação!

E que tal provar o frio com quem conhece do assunto? O restaurante especializado em pratos franco-suíços, Chalet Suisse, conta com um salão aquecido por uma maravilhosa lareira à lenha e uma arquitetura típica dos chalés alpinos.

Os destaques da gastronomia vão para o restaurante Acrotona, que conta com opções de sopas e pizzas para animar o inverno da capital. E falando em sopa, por que não experimentar diversas opções de uma só vez e por apenas R$ 29,90? A Tribo das Frutas oferece um “open de sopas” maravilhoso! Eslava, canja, feijão, abóbora com pêra, frango oriental e muitas outras servidas no almoço e no jantar.

Mas se você prefere uma deliciosa polenta cremosa, o Senhor Garibaldi  é uma boa pedida! Apesar de eles serem especialistas em cachorro-quente, o prato do inverno é econômico e uma delícia! Para Fondues, nossa sugestão é o Château de Gazon que também conta com um ambiente aconchegante e outros pratos da cozinha europeia.

Foto: Fondue Château de Gazon | Fonte: Chateaudegazon.com

 

4) Tarde fria pede café

Se você busca lugares quentinhos para o fim da tarde. Adivinha só… Curitiba também tem uma série de opções para você se esquentar e se deliciar.

O Empório Muf´s e o Rause são algumas sugestões, que além dos deliciosos cafés, apresentam uma grande variedade de vinhos no cardápio. Ambos são espaços aconchegantes e o primeiro ainda apresenta uma lojinha com produtos como queijos, chocolates, antepastos e kits para presentes. O Empório fica na Rua Lamenha Lins, 467 e o Rause na Alameda Dr. Carlos de Carvalho, 696.

Além deles, o Dr. Freeze, que apesar de ser muito conhecido por suas delícias de verão, lançou um menu especial de inverno que conta com seis combos promocionais por R$ 17,90, incluindo um bolo de paçoca servido com brigadeiro de leite ninho e farofa de amendoim acompanhado de um latte tradicional ou então um petit gâteau com chocolate quente branco. É de dar água na boca, não é mesmo? Em Curitiba, há três unidades da Dr. Freeze. Uma na Alameda Augusto Stelfed (1527), no Batel, outra no ParkShopping Barigui e outra no Cabral, na Av. Munhoz da Rocha (787). Elas fecham apenas na segunda (com exceção da unidade do shopping) e nos outros dias funcionam das 13h às 22h.

Foto: Empório Muf´s | Fonte: Chefsclub.com

 

5) Frio também pede um bom filminho, mas não precisa ser em casa.

Já pensou ver filme no conforto do seu sofá mas em uma tela de cinema? No Cinépolis, do Pátio Batel você pode! Nas salas VIP, além de enormes poltronas de couro reclináveis, os clientes contam com um atendimento especial dos garçons que oferecem até uma carta de vinhos especial. Além da VIP, as salas Macro XE e 4DX oferecem experiências inovadoras em tempo real. Assim, é possível ver o filme sentindo os cheiros das cenas ou experenciar efeitos de luz e água. Sensacional, não é mesmo?

Foto: Sala VIP do Cinépolis | Fonte: Cinepolis.com

 

6) Sugestão de passeio no inverno

Se você quer fazer uma viagem curta, para um destino de inverno, não pode deixar de ir para Morretes. O passeio de trem proporciona uma experiência única para toda a família, já que a Serra da Graciosa é contemplada com paisagens maravilhosas e é possível conhecer mais sobre a Mata Atlântica. A estrada de ferro é uma das mais antigas em  funcionamento no país e a  viagem em meio à Serra do Mar dura 3 horas e passa por 13 túneis e pontes. Os passeios ocorrem nos fins de semana e os passageiros podem escolher entre 3 opções de vagões: econômico, turístico (guia e lanche) e litorina (guia, lanche e luxo).  Além disso, é quase uma regra experimentar o típico barreado, uma mistura de acém, músculo e patinho cortados em cubos e cozidos em panela de barro por um dia inteiro. O prato acompanha farinha de mandioca e banana e nem é necessário dizer que é uma delícia, não é mesmo?

Foto: Viagem de Trem para Morretes | Fonte: i0.statig.com

 

Baixe o App Onde Ir e saiba onde ir em Curitiba!

 

Ana Flora Cazarim

Ana Flora Cazarim, 29 anos, nascida em Rondônia, mas morando em Curitiba desde os 03 anos de idade. Formada em Administração de Empresas, com ênfase em Marketing, MBA em gestão de projetos e tecnóloga em Gestão Ambiental, sempre gostou de dar pitaco sobre tudo nas suas redes sociais. Como ela gosta de frisar, a-do-ra novidades, gosta de estar atualizada, saber e conhecer de tudo um pouco. O que aconteceu, o que acontece e acontecerá. Saber como as coisas são, como funcionam, se são boas e pra quem são boas? Inspiração, referência e opinião são coisas que ela sempre busca. E também, coisas que as pessoas próximas sempre pedem, por saberem que Ana é uma curiosa com opinião. Aqui no Eu Amo Curitiba, Ana Flora vai compartilha informações, opinião, resenha, experiências com produtos, lugares, serviços, eventos, enfim, com tudo o que rola em Curitiba. Use #testeiemcuritiba nas suas publicações de experiências vividas nesta cidade, que ela também quer saber a sua opinião.