Você sabia que um Pirata de verdade já viveu em Curitiba e deixou um tesouro escondido por aqui?

É o que nos conta o Indiana Jones Curitibano, Marcos Juliano, sobre sua saga em busca do tesouro do Pirata Zulmiro.

por: Mariana Martins

O Pirata Zulmiro foi o único Pirata que veio a se esconder no Brasil em toda a nossa história. Um legítimo pirata inglês que viveu em Curitiba entre 1820 e 1880. É o que diz uma das lendas mais comentadas entre pesquisadores e moradores da capital paranaense. Segundo o pesquisador Marcos Juliano Ofenbock, ele teria deixado um tesouro escondido em um túnel construído por jesuítas, onde atualmente está instalado o Bosque Gutierrez, no bairro Vista Alegre.

Em um bate papo com a nossa jornalista Mariana Martins, Marcos Juliano conta que estudou arqueologia para desvendar os mistérios do Pirata Zulmiro e um suposto tesouro escondido em Curitiba. Ele diz que está próximo de encontrá-lo e, caso isso aconteça, já declarou – “vou doá-lo para os museus de Curitiba e do Brasil”. O amor desse cara por Curitiba não está no gibi, mas está em um livro infanto-juvenil que ele lança para narrar essa saga. Assista ao vídeo e fique por dentro:

 

 

O LIVRO “Aas Aventuras do Pirata Zulmiro”

O livro é em tamanho 25 x 30 cm, capa dura, com 70 páginas, e 30 ilustrações do talentosíssimos ilustrador curitibano Francis de Cristo.

O livro conta sobre as aventuras de um legítimo pirata inglês que veio a se esconder na cidade de Curitiba, e aqui viveu até o fim dos seus dias, em uma história que era considerada uma verdadeira lenda urbana na cidade.

Narra a vida de Zulmiro, desde o seu nascimento no longínquo ano de 1798, passando por grandes aventuras no oceano enfrentando outros piratas em fantásticas batalhas marítimas, ao lado de sua companheira, a cigana Hortênsia.

O pirata Zulmiro, em parceria com outros piratas, escondeu um fabuloso tesouro na ilha da Trindade, que foi alvo de inúmeras expedições inglesas e brasileiras ao longo dos anos.

Ele foi o único Pirata legítimo que veio a se esconder no Brasil em toda a nossa história. As pesquisas mostram que o Pirata Zulmiro viveu em Curitiba entre os anos de 1830 até seu falecimento nos anos 1880. Antes de falecer ele ficou amigo de um cidadão britânico que passava pela capital, chamado Edward Stammers, e lhe entregou um roteiro completo do Tesouro escondido na Ilha da Trindade.

Esse Inglês escreveu uma série de cartas que foram publicadas no Jornal do Brasil de 1896 contando sobre a incrível história do seu encontro e amizade com o Pirata Zulmiro.

Entre os anos de 1912 até 1916 saíram em diversos jornais brasileiros essa fabulosa história do Pirata Zulmiro e de seu incrível Tesouro. A última vez que foi publicada alguma notícia na imprensa sobre o Pirata Zulmiro foi no ano de 1972, em uma reportagem do já falecido jornalista Cid Destefani.

O pesquisador Marcos Juliano pesquisa há 13 anos a história do Pirata Zulmiro em Curitiba e já foram realizadas diversas reportagens em jornais, televisão e internet sobre essa incrível história.

Juliano é conhecido como o Indiana Jones de Curitiba, pelas suas descobertas envolvendo túneis secretos no centro histórico da cidade, túneis construídos pela companhia de Jesus em um bosque de Curitiba e a incrível história do Pirata Zulmiro, que residiu neste mesmo terreno dos túneis jesuítas há mais de 150 anos.

A publicação do autor já está a disposição nas livrarias. 

 

Mariana Martins

Radialista, Atriz e Produtora. Mariana Martins dirige sua Produtora, a Pequena Mari Produções e encabeça o Projeto "Eu Amo Curitiba". Além da gestão geral, escreve posts, faz coberturas de experiências, mídias sociais, é responsável pela elaboração de projetos e parcerias. Paralelo à isso, é supervisora geral da Banda B e apresenta seu programa na rádio "Mariana Martins Fala Sério", ao vivo pela rádio, facebook, instagram e youtube - @marianamartinsfalaserio todas as terças e quintas, às 11h30. Para sugestões de pauta e releases, envie e-mail para: [email protected] | Outros assuntos: [email protected]